Angola fecha mais de mil igrejas consideradas “seitas” e clandestinas

A polêmica sobre uma lei do governo angolano que determinou o fechamento de grupos religiosos considerados clandestinos continua. O decreto Executivo Conjunto 01/2018, de fato, já fechou mais de mil igrejas no país entre os dia 6 de novembro e 25 de dezembro. Os líderes dessas instituições, no entanto, alegam que estão sofrendo perseguição religiosa. […] Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!